http://comandoestelar.zip.net/

terça-feira, 27 de março de 2012

Está em Unidade


     Estamos nos momentos finais da chamada Transição Planetária, e há alguns aspectos fundamentais no tocante a nossa preparação individual para o que for ocorrer - uma delas é justamente a Consolidação da Unidade! Mas o que seria exatamente isso? Unidade? Está na Unidade? Sentir a Unidade? Vivenciá-la Interiormente? Comecemos a compreender que conhecer esta Unidade é exatamente estar Unificado ao PAI.
      Jesus foi unificado ao Pai, Gandhi em alguns momentos esteve Unificado também, assim como São Francisco, Madre Teresa de Calcutá, entre tantos outros! Estar ligado à essência da Creação, à Divindade não tem apenas haver com “evolução espiritual”, mas principalmente com Simplicidade do Coração, com a volta à si mesmo! Somos filhos da creação da divindade, viemos Dele, de D’us, fomos feitos pelo Amor, para o Amor e com Amor, assim, desde nosso nascimento espiritual, simples e ignorante, carregamos dentro de nós, o gérmen, ou mais acertadamente a centelha etérea de D’us. A Creação nos fez pura e simplesmente por sua vontade, para que um dia dentro da eternidade nos tornássemos Co-criadores junto à Divindade, para pertencermos de Fato ao Espaço Sideral. Estar unificado ou em união com o PAI, estabelece uma pré-condição: a auto-iluminação, a auto-descoberta, a auto-viagem, a auto-introspecção, é estar verdadeiramente em sintonia com o Eterno, é restabelecer nossa Aliança, aquela qual o Velho testamento faz referência – que nada tem haver com Aliança de Poder entre Um povo escolhido e uma Terra Prometida, tudo isso é simbólico. A terra santa é a Nova Jerusalém, que não é material, mas espiritual, está dentro dos nossos corações e será um dia a projeção da consciência da Nova Humanidade, e o Povo Escolhido é todo aquele que ouvir ao chamado Crístico, aquele que tem olhos de ver e ouvidos de ouvir, aquele que veste as túnicas límpidas e cristalinas da Alma, os bem aventurados, simples de coração, os bons os justos, os caridosos, os piedosos, os que foram perseguidos em Nome da Verdade (por mais que essa Verdade ainda não seja a Absoluta, pois que ela ainda é humana), aqueles humilhados mas que suportaram o peso das provas com galhardia e resignação, sem revoltas, os que se humildaram  e não os que se humilharam, enfim, todos aqueles que aprenderam a única Lei Universal que o homem Humano é capaz de aprender ainda – o amor universal a todas as criaturas do Universo.
      Jesus era unificado ao Pai, por isso jamais perdoou alguém, pois que nunca se sentiu ofendido, Jesus estava em Unidade, por isso não via as limitadoras relações humanas baseadas nas aparências e preconceitos, por isso questionava “quem são meus pais e quem são meus irmãos?” Uno ao criador, conhecia através da intuição os grandes mistérios da Divindade e as Leis que regiam o Paraíso, ele não era D’us, porque o Eterno, o Absoluto, O Infinito, não pode caber num corpo físico, não pode se tornar a matéria! O Creador vive na não-existência, todavia se manifesta nas diversas realidades físicas e espirituais, Ele é algo ainda incompreensível à inteligência Humana, todavia, todos nós podemos sentí-lo, para isso é necessário um longo, mas possível caminho, o da volta a si mesmo, o da Interiorização! Parar de rezar aos Santos, aos Mestres, aos Espíritos, e começar a praticar a Cosmomeditação, exercer o Silêncio da Alma, desligar-se do mundo, como já aconselhava o Mestre Damasceno, São Paulo: Estou no Mundo mas não sou do mundo! Se teu ser possui Luz, teus Olhos serão iluminados! E qual a conseqüência disso? Olho iluminado não ver trevas, não ver escuridão, só percebe o lado de luz das coisas e pessoas, não se ofende e não se afeta mais pelos distúrbios mundanos!
         O Mestre Rabi vai mais longe: “eu venci o mundo!” Aquilo que chamais de milagres vós podeis fazer muito mais, bastais ter a fé do tamanho de um grão de mostarda...” Vós sois a LUZ do mundo, Eu e o Pai somos UM, por isso em verdade digo, ninguém vem ao Pai senão por mim! Não ele a pessoa, mas o caminho que ele trilhou, ele foi a rota segura, foi o caminho que o Homem comum poderia compreender -  “eu sou o Caminho ( filosofia de auto-iluminação), Verdade ( em mim e comigo não existe o erro, pois Exemplifico a perfeita sintonia entre o EU e o Coração, a verdade da UNIDADE) e Vida ( comigo e através de mim não existe a morte, pois o Espírito se eterniza na LUZ da Divindade, não existe morte porque não há pecado, não há dúvida, não há conceitos, apenas aquilo que É! A vida eterna fora da Roda Cármica, fora da dor, da ilusão).  Quando o homem abre-se ao novo, superando seus antigos conceitos, ouve seu coração, entra em estado de Nirvana, a verdade lhe é revelada com simplicidade, e os ensinamentos do Cristo-Jesus ganham uma nova dimensão, perspectiva e profundidade! Pax e Lux a todos, espero que no final desta leitura, TODOS possam estar sentindo essa vibração de paz e harmonia como agora estou!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem-vindo e obrigado!