http://comandoestelar.zip.net/

terça-feira, 27 de março de 2012

Está em Unidade


     Estamos nos momentos finais da chamada Transição Planetária, e há alguns aspectos fundamentais no tocante a nossa preparação individual para o que for ocorrer - uma delas é justamente a Consolidação da Unidade! Mas o que seria exatamente isso? Unidade? Está na Unidade? Sentir a Unidade? Vivenciá-la Interiormente? Comecemos a compreender que conhecer esta Unidade é exatamente estar Unificado ao PAI.
      Jesus foi unificado ao Pai, Gandhi em alguns momentos esteve Unificado também, assim como São Francisco, Madre Teresa de Calcutá, entre tantos outros! Estar ligado à essência da Creação, à Divindade não tem apenas haver com “evolução espiritual”, mas principalmente com Simplicidade do Coração, com a volta à si mesmo! Somos filhos da creação da divindade, viemos Dele, de D’us, fomos feitos pelo Amor, para o Amor e com Amor, assim, desde nosso nascimento espiritual, simples e ignorante, carregamos dentro de nós, o gérmen, ou mais acertadamente a centelha etérea de D’us. A Creação nos fez pura e simplesmente por sua vontade, para que um dia dentro da eternidade nos tornássemos Co-criadores junto à Divindade, para pertencermos de Fato ao Espaço Sideral. Estar unificado ou em união com o PAI, estabelece uma pré-condição: a auto-iluminação, a auto-descoberta, a auto-viagem, a auto-introspecção, é estar verdadeiramente em sintonia com o Eterno, é restabelecer nossa Aliança, aquela qual o Velho testamento faz referência – que nada tem haver com Aliança de Poder entre Um povo escolhido e uma Terra Prometida, tudo isso é simbólico. A terra santa é a Nova Jerusalém, que não é material, mas espiritual, está dentro dos nossos corações e será um dia a projeção da consciência da Nova Humanidade, e o Povo Escolhido é todo aquele que ouvir ao chamado Crístico, aquele que tem olhos de ver e ouvidos de ouvir, aquele que veste as túnicas límpidas e cristalinas da Alma, os bem aventurados, simples de coração, os bons os justos, os caridosos, os piedosos, os que foram perseguidos em Nome da Verdade (por mais que essa Verdade ainda não seja a Absoluta, pois que ela ainda é humana), aqueles humilhados mas que suportaram o peso das provas com galhardia e resignação, sem revoltas, os que se humildaram  e não os que se humilharam, enfim, todos aqueles que aprenderam a única Lei Universal que o homem Humano é capaz de aprender ainda – o amor universal a todas as criaturas do Universo.
      Jesus era unificado ao Pai, por isso jamais perdoou alguém, pois que nunca se sentiu ofendido, Jesus estava em Unidade, por isso não via as limitadoras relações humanas baseadas nas aparências e preconceitos, por isso questionava “quem são meus pais e quem são meus irmãos?” Uno ao criador, conhecia através da intuição os grandes mistérios da Divindade e as Leis que regiam o Paraíso, ele não era D’us, porque o Eterno, o Absoluto, O Infinito, não pode caber num corpo físico, não pode se tornar a matéria! O Creador vive na não-existência, todavia se manifesta nas diversas realidades físicas e espirituais, Ele é algo ainda incompreensível à inteligência Humana, todavia, todos nós podemos sentí-lo, para isso é necessário um longo, mas possível caminho, o da volta a si mesmo, o da Interiorização! Parar de rezar aos Santos, aos Mestres, aos Espíritos, e começar a praticar a Cosmomeditação, exercer o Silêncio da Alma, desligar-se do mundo, como já aconselhava o Mestre Damasceno, São Paulo: Estou no Mundo mas não sou do mundo! Se teu ser possui Luz, teus Olhos serão iluminados! E qual a conseqüência disso? Olho iluminado não ver trevas, não ver escuridão, só percebe o lado de luz das coisas e pessoas, não se ofende e não se afeta mais pelos distúrbios mundanos!
         O Mestre Rabi vai mais longe: “eu venci o mundo!” Aquilo que chamais de milagres vós podeis fazer muito mais, bastais ter a fé do tamanho de um grão de mostarda...” Vós sois a LUZ do mundo, Eu e o Pai somos UM, por isso em verdade digo, ninguém vem ao Pai senão por mim! Não ele a pessoa, mas o caminho que ele trilhou, ele foi a rota segura, foi o caminho que o Homem comum poderia compreender -  “eu sou o Caminho ( filosofia de auto-iluminação), Verdade ( em mim e comigo não existe o erro, pois Exemplifico a perfeita sintonia entre o EU e o Coração, a verdade da UNIDADE) e Vida ( comigo e através de mim não existe a morte, pois o Espírito se eterniza na LUZ da Divindade, não existe morte porque não há pecado, não há dúvida, não há conceitos, apenas aquilo que É! A vida eterna fora da Roda Cármica, fora da dor, da ilusão).  Quando o homem abre-se ao novo, superando seus antigos conceitos, ouve seu coração, entra em estado de Nirvana, a verdade lhe é revelada com simplicidade, e os ensinamentos do Cristo-Jesus ganham uma nova dimensão, perspectiva e profundidade! Pax e Lux a todos, espero que no final desta leitura, TODOS possam estar sentindo essa vibração de paz e harmonia como agora estou!

segunda-feira, 19 de março de 2012

CONHECIMENTO DO PRINCÍPIO DAS COISA


                                         
    Como pode o homem conhecer o princípio das coisas? O que é o princípio? O que existia no começo de tudo? Essas, são questões que todo bom questionador certamente já se fez! E mais, poderia o homem terreno compreendê-las perfeitamente aqui na Terra? Ao ser humano,  foi-lhe dado meios de evoluir, todavia, por vontade do Creador, estes meios, chamados faculdades, são limitados, pois limitada é sua constituição biológica e espiritual!
     Tudo tem seu tempo, e dentro da nossa tridimensionalidade específica, toda evolução está inserida dentro da linha do tempo! Importante destacar, que o tempo é apenas uma das dimensões que compõem o nosso Universo junto com o Espaço! O nosso tempo é cronológico e psicológico, tempo é uma medida  determinada pelo espaço que uma “coisa”  percorreu num determinado período, por isso mesmo, Espaço-Tempo formam uma dimensão unificada. O homem possui uma faculdade essencial no seu processo evolutivo – a Inteligência. Ela progride a medida que o Ser vai passando por experiências e desafios, onde é obrigado através da racionalidade desenvolver pensamentos, investigar seu meio(físico, geográfico, humano, metafísico, etc) e construir modelos racionais para compreender algumas Leis da Natureza. Porém, quis a Divindade, que este Ser não atingisse a Plenitude através de um mecanismo secundário, e que essa Plenitude na verdade já se encontraria em potencial dentro de sua Essência. A Intuição!
      Mas porque será que a Inteligência é secundário no Homem? Como muito bem explicitado em O Livro dos Espíritos, Os seres Superiores afirmam à Kardec que a Inteligência é um atributo do Espírito, o que ontologicamente,  significa que ela não é causa, mas efeito!  Atributos, temos vários e de variados tipos, a Inteligência é só mais um, tudo bem que talvez seja até o mais importante, temporariamente. Analisemos – nossa racionalidade é uma composição da nossa subjetividade como SER, e objetividade de nosso intelecto, todavia, nossa apreensão da Realidade, é feita através dos nossos 5 sentidos físicos – visão, audição, olfato, tato, paladar (acrescentemos a linguagem). Além de serem sentidos físicos, eles são resultados do nosso EGO, somente a Intuição é filha do EU, o ego é enganador, é ilusão, o EU é a impressão da Divindade em nós, é onde ELE depositou sua Luz, por isso é real, verdadeiro. Além disso temos o que chamamos de Consciência, ela é subjetiva,  é um depósito de conceitos e impressões, assim, também através dela, temos uma noção de realidade super limitada, por um axioma simples – Como reduzir o Infinito( a Divindade) dentro de um depósito finito( nós)? É  matematicamente impossível, simplesmente não dá. Aceitemos, a nossa Mente é assassina do Real, já diz há centenas de anos, o Budismo Tibetano.(http://unidadeinterdimensional.blogspot.com.br/2010/09/questao-do-passadofuturo.html)
         Em O Livro dos Espíritos, a Espiritualidade Superior, dividiu a criação em duas: espírito e matéria. Temos que ter em conta a linguagem e conhecimento científico da época, há mais de 150 anos atrás. Hoje, através principalmente da Física Moderna e das Teorias Quânticas, o homem já aprendeu que na verdade as duas são dois lados da mesma coisa, tudo é energia no Universo, o que muda é seu estado, podendo ser material ou não! Por isso no Gênesis temos a afirmação que a Primeira criação Divina foi a LUZ – só que esta luz, não é a mesma que conhecemos, daquela natureza dual, ora ondas, ora corpuscular! Essa LUZ tem uma natureza que desconhecemos, porque é Natureza do Creador, é sua essência, assim, não temos como estudá-la em laboratório. Ainda não!  E o Homem só pode começar a conceber a Natureza do Creador, seus mistérios e desígnios, se estiver unificado ao PAI. E isto só é possível se ele for capaz de entrar em ressonância com o Mesmo, no que Huberto Rohden vai chamar de “elevar” sua consciência para a Dimensão ZERO! Ou seja, sair da tridimensionalidade, não estar mais limitados pelo corpo físico, nem pelos atributos do Espírito, mas atingir o que os antigos Orientais denominaram NIRVANA. Significa estar fora de qualquer dimensão material ou espiritual, lá não existe passado nem futuro, tudo é presente. Não há palavras nem conceitos para representar este estado, é ser o que é, atingir nossa essência espiritual, nosso verdadeiro EU.
     Jesus afirmava: Eu e o Pai somos UM. Não no sentido que eram a mesma pessoa, mas que estavam na mesma sintonia, representavam a mesma coisa, Jesus era Unificado ao Pai, mesmo com os limites impostos pelo corpo Físico, por isso expandia de uma maneira absurda e inconcebível ao homem, a sua Consciência, atingindo a Dimensão ZERO, assim, ele podia falar sobre o Reino dos Céus, que em verdade está dentro do Homem e não fora dele. E falava sobre as “coisas” de Deus, pois que ele SENTIA, e não era através dos sentidos físicos! A intuição é nossa única segurança de atingirmos a Divindade, de preenchermos nosso Espírito com  a “Força da Luz”, ou o "Fogo Divino", e isso só é possível através da prática da COSMOMEDITAÇÃO!
( http://unidadeinterdimensional.blogspot.com.br/2010/09/questao-da-dualidade.html)

                                             PAX E LUX a todos!

quinta-feira, 15 de março de 2012

Em Busca da Verdade

      O Ser Humano sempre partiu em jornadas heróicas ou não em busca da Verdade. Seja na mitologia, nas lendas, nas histórias orais e escritas, sempre sentiu a necessidade de fincar registro do Conhecimento para gerações porvindouras. Nos acostumamos a buscar a verdade - fora de nós, tornamo-nos dependentes de MESTRES que nos ensinem o que julgamos não ser possível compreendermos sozinhos! Se num passado longíquo isso era necessário, atualmente não mais!
        Antes de tudo: o que é a VERDADE??? Lembrando que quando Pôncios Pilatos questionou exatamente isso à Cristo-Jesus, O Rabi Galileu preferiu o Silêncio! Porquê? Permitam-me fazer minhas conjecturas. Primeiramente como se diz, o Silêncio é uma Prece, depois creio que o Maior entre Os Grandes que pisaram no nosso Planeta, Yeshua Ben Joseph, viu que A Verdade ainda estava muito longe do nosso alcance, não a toa repetia aos seus discípulos: " a vós é dado o que a eles lhes falo por parábolas". Sem ter a pretensão de escrever uma tese epistemológica sobre a Verdade, digo que existem 2 tipos delas: a Absoluta que pertence ao PAI AMANTÍSSIMO,  e aos que se encontram em UNIDADE, e a Verdade Relativa, que é o que podemos aspirar enquanto humanos, que na se traduz em várias verdades. E nisso reside o cálice de tudo - encontrar cada um a sua verdade, compreendendo os diferentes níveis que a humanidade se encontra e que cada qual tem seu tempo! Que não é cronológico, mas pertence ao coração!
         Dito isso, podemos aprofundar ainda mais um aspecto: a nossa verdade se traduz e realiza em nós, através de nossos sentidos, na maioria das vezes passa pelo crivo do MENTAL, do Intelecto, e por isso mesmo é limitante! Não se pode atingir o Absoluto através da Relatividade dos Sentidos. Não se pode compreender o Infinito com conceitos Finitos, dessa forma o Homem só consegue expor sua pequenez e ignorância, traduzida por uma coisa chamada CIÊNCIA! Não sou contra a Ciência, absolutamente, ao contrário, mas sou contra o Materialismo, que hoje se confunde no "produzir conhecimento". A antiga história do ver para crer.....é no mínimo ousadia achar que a nossa Visão é capaz de apreender uma Realidade Multidimensional e Infinita. Não! A Ciência continuando assim, apenas conseguirá matar a si mesma, como as Religiões, refiro-me a Todas, sem exceção. Os avatares nunca fundaram religião, exemplificaram conhecimento, seus seguidores depois é que na Incompletude que eram, fundaram doutrinas, seitas e religiões!
     Pois bem, o que fazer para chegar à verdade, ou pelo menos, aprofundar seus níveis de conhecimento? Resposta: ampliar a intuição, praticar a meditação! Uma coisa leva a outra, aprender a apreciar o Silêncio da Mente e permitir sentir a Vibração do Coração! Eis a única forma de assegurar-se estar no caminho, não o certo, pois que não existe o caminho errado, apenas aquilo que É o Caminho. Só há um caminho para dentro de si mesmo, todavia, várias são as formas. E esse percurso é Vibrar no Coração em união com a Fonte. Mestres e Guias ajudam e são importantes, mas apenas isso, chega um momento onde é imprescindível tomar conta de si mesmo, adquirir Liberdade, virar anjo e rumar ao Infinito do Cosmos! E aí...qual verdade você seguirá???? Simplesmente silencie e se escute, ninguém pode impôr-lhe uma verdade, por mais bela que seja, Alma nenhuma que já aprendeu a amr e respeitar impõe nada a ninguém.
     Respeitemos as várias verdades de cada um - pesquise, leia, procure, deixe fluir sua criatividade, entendendo que não há ainda nesse mundo quem possa ser o Representante Fiel da Verdade Absoluta, dessa forma, sinta-se livre para buscar e experimentar, mas nunca traia ao seu Coração, permita-se vibrar na LUZ e no Amor, deixe-se levar pela Intuição, ela é perfeita, A Mente falseia, porque a Mente é controlada na maioria das vezes pelo EGO! Busque a verdade, a sua verdade vencendo a si mesmo, e vencer a si mesmo não é corrigir seus defeitos, mas ampliar suas qualidades, desenvolver sua Luz Interior, pois onde há luz não há escuridão, tudo é Verdade, todo o resto é Ilusão! Lembre-se, em qualquer jornada de aventura, o que marca ao Herói não é o Fim ou onde ele chegou, mas os desafios superados pelo caminho, porque EM VERDADE, NÃO EXISTE O FIM, APENAS O RECOMEÇO! Paz e Luz! obg pela companhia, que nossos corações vibrem em verdade e mutuamente, onde quer que estejemos, não importando a distância.