http://comandoestelar.zip.net/

sábado, 30 de outubro de 2010

31 de Outubro - ?

          

     A democracia está consolidada...votamos em quem "eles" mandam e não em quem deveríamos ou precisaríamos, mais que nunca o Capital é o maior lobista do mundo. 300 anos de exploração não foram suficientes,nem para a gente prender, muito menos para o mais sórdido desejo Deles se satisfazer! É sabido que nosso ouro promoveu a industrialização inglesa... e a prata de Potosí?! lá talvez tenha havido o maior genocídio da América Latina. Caudilhos, militares, banqueiros e fazendeiros, eis os nossos verdadeiros presidentes. 

     Nossa brasilidade se revolta ao sermos tratados como quintal, seja pelos EUA ou pela Europa, quanta pernoste de nossa parte! Mas somos bastante indiferentes quando usamos e humilhamos nossos irmãos, simplesmente porque vota no partido de oposição, é de cor diferente ou é um pobre desgraçado esquecido de Deus que teve a infame sorte de nascer numa região diferente da nossa! parabéns a todos nós, o requinte de crueldade que servimos como prato aos nossos adversários é de gerar indiferença em qualquer um. Mas no meu dicionário, deveria ser INDIGNAÇÃO, não aquela dos militantes sem causa, perdidos no tempo atrás de vãs utopias que jamais acontecerão, mas a indignação que sabe transformar a dor em força, a humilhação em coragem e o desespero em disciplina. Porque votamos? Para quem votamos? Onde està a nossa "DEMOS CRATOS"? (democracia, ou a força do povo) Ah, onde esqueceram a "RES PUBLICA"?!( coisa pública)......mas isso é apenas um estorvo.
        . 
neste dia 31, votar é mero detalhe, pois que o destino já foi traçado, pouco importa o resultado, quem está atrás da cortina já nos impôs o fardo! Comemoram e são tão covardes que se esconder é sua maior arma! Somos um produto no qual já fomos comprados, conscientes ou inconscientemente estamos talhados. Nosso votoé nossa maior mercadoria. "Os eleitos" sabem, nunca deveremos ser educados, no máximo talvez instruídos, porque gado bom é gado criado. Assim cria e recria-se o mundo de MAYA, ou a Matrix como queiram e claro, tudo isso faz parte da KALIUGA! Amigos, neste dia 31, como somos obrigados vamos fazer o que nos resta, mostrar à ELES para o que fomos criados, temos donos e somos manipulados e humildemente aceitemos, eles nos riem, não mais pelas costas porque não é necessário, com todo respeito, SOMOS TODOS OTÁRIOS!
     

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

A TOCA DO COELHO

                                       

    Figura de linguagem que é usada nos filmes Quem Somos Nós e Quem Somos nós- Uma Nova Evolução, que representa o buraco do conhecimento, ou seja o longo caminho escuro e desconhecido que cada qual de nós deveríamos percorrer para o auto-conhecimento e o conhecimento do UNIVERSO ( universo- palavra constituída por dois radicais, UNO  e VERTERE, uno siginifica um, único, vertere, verbo proveniente do latim eu significa vir para dentro, voltar em si mesmo, ou seja, universo; voltar em si um, único). Assim vos convido a inciarmos juntos nossa prazerosa viagem, sabedores que desconhecemos o ponto ou os pontos de chegada, mas na certeza que o prazer está mesmo é na jornada, e não no fim, já que nos parece que o fim não existe! E aí, você vem mergulhar comigo?! Boa sorte, e obrigado.    

A QUESTÃO DA DUALIDADE:

        


      Vivemos num mundo tridimensional, mas já sabemos que o universo possui bem mais dimensões, ou seja, possui “diferentes realidades”. De acordo com a  Teoria das Super-cordas, o Universo necessita de pelo menos 11 para ser auto-sustentável. Assim, podemos pela lógica deduzir que só conseguimos apreender uma faceta do que seria a “REAL REALIDADE”!!! Em breve entraremos com maiores detalhes sobre a física quântica e a teoria das cordas em especial! Mas voltando, a primeira consequência direto do nosso mundo tridimensional, é a questão da realidade dual na qual estamos inseridos. Sempre falamos e classificamos as coisas de acordo com o Bem ou Mal, o Certo ou Errado, A Verdade ou o Erro, Claro ou Escuro e até mesmo o Preto ou o Branco. E isto não está errado, nem ultrapassado, mas de fato, não satisfaz mais nossos anseios e nossos mais profundos questionamentos filosóficos, ou seja, podemos entender como uma percepção bastante limitada e incompleta da realidade. A partir de agora trabalharemos com conceitos de complementaridade, real/ilusório e de simetria universal. Através deles ampliaremos e aprofundaremos nossa percepção do mundo e de todas as coisas existentes!
       Temos a mania, perfeitamente compreensível de julgarmos e analisarmos o nosso meio através de um paradigma digamos, cartesiano/newtoniano. A primeira coisa que devemos lembrar, é que todo nossa capacidade de apreender a realidade provém dos nossos sentidos, os 5 sentidos, e não há nada mais limitado que isso. Desaprendemos ou nos esquecemos que a mais eficaz forma de entendermos e sintonizarmos com o universo é através da intuição, ou seja, aquilo que o intelecto não é capaz de perceber, pois nossa inteligência está diretamente envolvida com nossa capacidade cerebral. E nosso cérebro é matéria, e toda matéria tridimensional é por definição finita, se acaba, para se transformar é verdade, mas tem um fim, e se o cérebro não é capaz de processar determinadas informações que venham por outras vias que não sejam dos nossos sentidos, consequentemente nossa inteligência fica muito prejudicada, mas convêm lembrar que a inteligência é atributo do espírito e não do corpo como defendem as teses biomecânicas materialistas.
        O caráter dual da nossa realidade tudo tem haver com  que foi dito, pois provém do fato de exatamente de nossa inteligência ter o freio dos nossos sentidos, assim não somos capazes de perceber o todo, e nossa visão é turva, portanto o processo de apreensão e compreensão se dá de maneira fragmentada, daí percebermos o bem/mal, o certo/errado, etc de forma desconexa. Talvez esteja um tanto confusa a cabeça do meu caro amigo leitor neste momento, serei mais claro. Como tudo que existe no universo, a dualidade tem uma causa primeira, pois que ela é o efeito de algo, e esta causa é DEUS, ou a divindade, ou criador, ou o nome que queiramos LHE dar. Assim sendo toda oposição, na verdade, é a face de uma mesma coisa, os lados de uma mesma moeda, só que temos dificuldade em isto perceber. Porque no início fiz questão de falar do nosso mundo tridimensional?! Porque uma coisa puxa a outra, no estado da matéria, possuímos o livre-arbítrio ( título de um próximo texto), assim fatalmente na tridimensionalidade mergulhamos de cabeça na dualidade, para experimentarmos “ o certo, o errado, o bem, o mal, alto, o baixo, a verdade, o erro e por aí vai. O que precisamos compreender é que todas essas coisas como todo os opostos, são complementares, eles não existem sem o outro, não são coisas distintas, são em essência a mesma coisa, são a coisa em si sendo que podem se manifestar das duas formas. Originalmente elas não são nem uma coisa nem outra, APENAS SÃO! Difícil né meu amigo raciocinar e entender isso??!!! Mas não se preocupe, caso vc esteja se sentindo meio doido, tenha a convicção de que não é o único. Para facilitar, exemplos: o dinheiro é bom ou ruim? Nem uma coisa nem outra, ele é apenas dinheiro, a forma como seu dono o usa é que vai gerar coisas boas ou ruins. O ódio é algo bom ou ruim? Ele não é nada, pois ele é ilusão, não existe, o ódio nada mais é que a ausência do amor, mas o entendemos como o oposto, mas o amor não existiria se não fosse o ódio, pois sem experimentá-lo, nunca conseguiríamos sentir o que é amor. Assim já conseguimos entender nosso primeiro conceito, o da complementaridade, ou seja, a dualidade é complementar em si mesma, os opostos são faces diferentes de uma mesma causa, se manifestam de forma contrária para que possamos experimentá-las, primeiramente diferenciá-las, para depois compreendermos o todo. Tudo que consideramos negativo no mundo, se olharmos exatamente de forma oposta veremos que não é ruim, e sim necessário para a construção de uma consciência divina dentro de nós, o que podemos chamar de COSMOVISÃO, OU VISÃO DO TODO, guardemos por favor esta palavra.
        O nosso segundo conceito é o do REAL/ILUSÓRIO. Não é complicado, sempre que não tivermos a capacidade de entendermos o todo,  na fase da experiência da matéria, presos nas nossas visões de um ser que vive na terceira dimensão e ainda não termos plenamente desenvolvidos a nossa cosmovisão, estaremos dentro do campo de ação quântico da ilusão. Por exemplo, a matéria em  si é ilusório, o estado de luz é que é real, e todas as coisas que classificamos como negativas, mas que ainda fazem parte da nossa vida são ilusões, tais como o erro, o que é ruim, o mal, o preto, etc. sempre  que precisarmos da dor para alcançar a alegria, da tristeza para sabermos o que é a felicidade e por aí vai, estaremos dentro da ilusão, logo nossa realidade como um todo, toda ela será ilusória, ou seja, de fato ela não existe, mas se faz presente na nossa vida, porque a percebemos através dos nossos sentidos, e os nossos sentidos físicos são uma ilusão do nosso EGO,  a intuição é a verdade do nosso EU, ou seja, nosso centro divino. Assim, facilmente percebemos que ao questionarmos o que é nossa realidade não é apenas uma questão pueril, mas talvez a mais pertinente da nossa ILUSÓRIA vida e experiência, mais importante do que questionar o que é DEUS, pelo simples fato de ser IMPOSSÍVEL  entender Deus, se não sabemos nem o que de fato é real à nossa volta, e como compreendermos a realidade. Porque isso? Simples, DEUS É A REALIDADE POR EXCELÊNCIA, é a causa concreta de tudo, é quem construiu e determinou o real, fora dele, tudo é ilusório, é a concentração da nossa mente no EGO e o afastamento do Eu! Todavia, se tudo vem de deus, nada pode ser ruim, pois que uma causa perfeita não pode gerar efeitos imperfeitos,  assim vai por água a baixo nossos conceitos de mal ou bem, certo ou errado, tudo vem da Fonte Criadora, assim, quando vemos por exemplo que algo é “ruim”, é a nossa visão que está turva, a maldade só existe no plano de existência da mente humana, é consequência da ilusão de realidade ou incapacidade de permanecer sintonizado com a manifestação de Deus que é o Universo em si em todas as suas dimensões, ou seja, a maldade é a escolha da nossa inteligência atravès da Lei Suprema do Livre-Arbítrio em busca do Poder, porquê? Pela falta de sensação de plenitude, pois que descolamos literalmente da realidade pois usamos somente a inteligência, deixamos de usar a Nossa Intuição, ligação direta com  Essência, mergulhamos de fato na dualidade pois criamos termos para denominar os conceitos das coisas abstratas que já dissemos:
Preto- ausência de reflexão de luz
Ódio- ausência do amor
Erro- falta da verdade
Mal-ausência do bem
Ruim-aquilo que não está bom
Escuro- ausência de luz
Medo- ausência de coragem....
      Podemos agora terminar de forma simples com o conceito da simetria universal. Analisemos o nosso corpo biológico, ele é simétrico, tem dois lado iguais e correspondentes, assim é nossa realidade, tudo no universo vai e volta, é um constante movimento de ir e vir, eternamente, o que tem para um lado tem para o outro, o que está em baixo é igual ao que está em cima ( Hermes Trimegisto), todas as dimensões são correspondentes, imanentes umas as outras e interpenetradas de forma equilibrada. A simetria é o próprio conceito de equilíbrio, de reciprocidade, é o caminho do meio que se refere o Budismo. Amigos espero ter me feito entender da melhor maneira possível, quaisquer dúvidas, perguntem!

Abraços fraternos, PAZ E LUZ
ps: link para melhor entendimento sobre as supercordas: 


http://pt.wikipedia.org/wiki/Teoria_das_cordas

A QUESTÃO DO PASSADO/FUTURO:

      
                      Já que compreendemos melhor como se delineia a realidade e algumas de suas principais características, podemos entrar um pouco mais na Toca do Coelho?!
      Pois bem, já que vc aceitou o convite e me honra com sua companhia, vamos lá! Passado/futuro não existem e a ETERNIDADE não é a soma de todos os tempos! Albert einstein, já mostrava que a dimensão espaço tempo não é PLANA e sim CURVA, por isso mesmo, seria possível voltar no passado ou ir para o futuro, para isso seria necessário viajar na velocidade da luz (aprox. 300mil km/s) criando assim uma fenda no tempo e voltar ou ir a um determinado ponto. Se a dimensão espaço/tempo é curva, significa que ela pode ser “dobrada” de forma que pontos dos lados opostos se interpenetrem, como por exemplo uma folha de papel, se dobrarmos, as pontas irão se unir. Seria isso a viagem no tempo. Deste modo, podemos facilmente perceber que o que na verdade existe é somente o Presente, ele é quem compõe de fato a realidade, seja ela física ou espiritual, em quaisquer das dimensões, não somente na terceira. Se podemos viajar no tempo, significa dizer que o passado continua ocorrendo, e o futuro, ao contrário do que pensamos, também já existe. Todavia, nosso corpo e nossa mente só tem acesso ao presente, por isso temos a sensação de real, aquilo que vivemos neste exato momento. Caro leitor, mais uma vez voltaremos a questão dos 5 sentidos físicos que nos “enganam”! A Sucessividade é ilusória, ela não existe, a não ser no arcabouço da nossa mente, para que consigamos organizar os fatos, a Simultaneidade é que é real. Tudo no universo é simultâneo, tudo está sempre ocorrendo, daí temos a capacidade do profeta “ver o futuro”, pois que naquele momento de “revelação” o que ocorre e podemos dizer de maneira simples para sermos entendido, é que ele entra em “estado de transe” e sua capacidade mental se amplia digamos milhares de vezes e passa a transcender, a não pertencer mais, mesmo que momentaneamente, a dimensão espaço-tempo. Ou seja, naquele instante ele assiste aos eventos de forma real, como se estivéssemos vendo TV, tem todas as sensações e impressões, ela “cola” na realidade através da intuição, que muitos imaginam como um atributo vago e subjetivo, e não é! É assim quando ainda não foi desenvolvida, quando está em sua fase inicial, qualquer esotérico sabe desde de cedo que sua tarefa é encontrar o seu EU, porque lá “reside” Deus, e o faz através da meditação, introspecção para despertar de fato sua Mente, ou seja, fazer-se UNO com universo, e o faz através da intuição, e através dela passa de fato neste momento a fazer parte do TODO, fica imantado na consciência cósmica.
       Lembrando que a sucessividade é ilusão do EGO, a simultaneidade é a verdade do puro espírito, ou o EU. Já existem experiências mostrando que o nosso cérebro é capaz sim, de epistemologicamente “atingir” o futuro, em outra postagem relatarei esta experiência. Amigos, tenhamos em mente que não é possível advinhar o futuro, nós podemos vivenciá-lo, e isso não é metáfora, o que de fato existe na nossa realidade é o seguinte: nosso mundo exterior é a representação da nossa mente, conscientes ou inconsciente também somos construtores da matéria, por isso os místicos, esotéricos trabalham com o conceito de ascensão espiritual, ou seja, a capacidade de se tornar CO-CONSTRUTORES DO UNIVERSO junto com o criador, ou seja fazê-lo de forma consciente, conhecendo e usando todo nosso potencial angélico. Nossa realidade é composta de “diversos fragmentos de realidade” - as infinitas possibilidade do “VIR-A-SER”,  que a física quântica tanto nos fala, assim é nossa mente que literalmente escolhe uma dessas possibilidades e nos permite intelectualmente percebê-la. Todos somos observadores, e a LUZ, estado essencial da matéria, com o seu caráter duplo de ora onda, ora partícula reage à “nossa observação”. Não temos ainda como saber ou determinar em que momentos ou circunstâncias ela agirá de uma forma ou outra. Tudo depende do observador, que somos nós, todos os seres viventes, e claro, da Mente Universal, ou Observador Supremo, que é Deus.
       Portanto, notamos que realmente passado/futuro tem muito mais haver com criações e experiências/escolhas da nossa mente do que com eventos que se seguem. Só podemos conceber Os Tempos, na dimensão espaço-tempo, como aí sim, algo cartesiano, que tem ou teve início, meio ou fim. De outra maneira não, somente o Presente é real, e nele experimentamos a simultaneidade. Por agora fico por aqui, sei que é um assunto complexo que suscita muitas dúvidas e questionamentos, por isso voltarei de vez em quando escrever mais sobre!
      Abraços fraternos, PAZ E LUZ!

UM POUCO DE LAZER E ENTRETENIMENTO:


      Como este blog não é apenas espaço para debates filosóficos e sim um cadinho de tudo, aqui quero falar um pouco sobre filmes, que indico. O primeiro deles, é o que deu o merecido Oscar à Sandrinha Bullock, UM SONHO POSSÍVEL! História real, já começa daí, muitíssimo bem roteirizado, organizando os eventos de modo a nunca perder o que para mim é um dos personagens principais, a esperança e a perseverança, sempre como pano de fundo. Dái já percebe-se que sim, é um filme para mexer com nossos sentimentos e nossas emoções, especialmente com nossas lágrimas. É a história de um garoto pobre e negro,  mas bem diferente, de certa forma orfão, mas o que lhe chama atenção e o tamanho e a aparente falta de inteligência para sua idade. Sempre vagando por colégios já conformado em não ser aceito pelos colegas, acostumado a viver só, começa a estudar num colégio de gente rica, e num determinado momento recebe ajuda da personagem de Sandra Bullock. A história de fato aí começa, ele faz amizade com seus dois filhos, um casal, uma moça adolescente e um garotinho pequeno, uma figuraça, para fazer todo mundo ri, e detalhe, Bullock interpreta uma verdadeira Dondoca, mandona, de família muito rica, acostumada em sempre Ter o controle da situação, e através da convivência com nosso personagem, vai se auto-descobrindo e iniciando uma jornada de amor.........mas daqueles de encher os olhos de todos que estavam presentes no cinema ( lembrando que é tudo real, no final do filme as verdadeiras pessoas aparecem). Mas meu objetivo não é descrever uma sinopse para o filme, quero chamar atenção a sensibilidade do diretor, que teve nas mãos uma história belíssima e conseguiu por isso na telona. É um filme inspirador, que fala sobre preconceito de raça, classe social, auto descobrimento, de como uma pessoa aparentemente anormal pode transformar a vida e a rotina de toda uma família e claro, dando grandes exemplos de coragem, perseverança e doação ao próximo. A luta, de um jovem orfão que nunca tinha tido nem sequer uma cama para dormir, em conquistar o respeito de si mesmo até se tornar um astro universitário de futebol americano. Vale d+++++ a pena conferir, com pipoca, só, com amigos, familiares, namorado(a), o que for, é daqueles filmes que quando termina vc se sente bem, feliz, inspirado!
         PAZ E LUZ!

sábado, 19 de junho de 2010

o que realmente nós somos???

Ô perguntazinha incômoda!!!! parece tão simples e tão complicado responder....Sempre conhecemos aquelas respostas mais tradicionais, que o ser humano é um misto disso e daquilo, é um ser profundamente complexo, alguns dizem até ser indefinível, etc. Eu particularmente acho que tudo está correto, depende apenas de como se vê. Mas o fato é q realmente essa dificuldade se dá por conta de sermos, como espécie, algo sui generis na nossa galáxia, na verdade, é como se fôssemos várias espécies, reunidas sob o título de humanos!
Mas apesar disso, estamos estranhamente ligados, uns aos outros, e na maioria das vezes, imensa parte de nós, não nos damos conta. Em essência, somos iguais, somos efeitos de uma mesma causa, temos o mesmo objetivo final, seguimos ou temos que seguir a mesma jornada, por vias diferentes, NÓS SOMOS,   mas nos vemos apenas COMO ESTAMOS, esquecendo que ser é muito melhor que estar, ou ter. digo esquecemos, porque são lições já antigamente aprendidas, mas nas dúvidas do dia-a-dia, resolvemos escolher o mais simplório, e não o mais simples. Todavia nõ somos o Medo, a DÚVIDA,  a ANSIEDADE, a FALTA DE FÈ, a SOLIDÃO ou a MALDADE. Mas ainda nos indentificamos bastante com essas coisas, porque temos uma grande incapacidade de olhar, ver e sentir o além.... o além disso!
Nossas intuições afloram, desenvolvem, mesmo contra a nossa vontade, e ainda teimamos em usar somente a lógica, lógica esta, que ainda está refém de nossos paradigmas, dos quais muitos são bem antigos, e que talvez não nos sirvam mais. é necessário coragem para olhar, olhar bem pra dentro e enxergar coisas ruins dentro de nós, mas só assim as ultrapassaremos, e quando feito isso, entenderemos um pouquinho sobre uma das mais importantes leis do universo....a da ressonância...temos dentro da gente, uma pequena amostra de todo o arquétipo universal, a parte contém o todo, e o todo está em cada parte, a divindade em nós é imanente à nossa essência, porém ELA  a transcende!
   Somos filhos da Luz  E para Ela retornaremos, porque somos, e sempre fomos observados, ora de longe, ora bem de perto, mas nunca estivemos sós, ELES, nunca nos deixaram... e estão voltando, para lembrar o que realmente nós somos!!!!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Falando da Copa......

Copa é bom, muito bom e eu adoro! o que é duro de aguentar, é ver todos falando em patriotismo, em "Salve Brasil" e no resto dos 3 anos e 11 meses ( até a outra Copa...que será aqui por sinal), ninguém leva nosso País a sério! Cada um só quer tirar o seu, sair em vantagem, o coletivo é na maioria das vezes esquecido, se pensa muito assim: o mundo seria uma maravilha se dependesse de mim, mas tem os OUTROS para estragar tudo! Assim sendo, se justifica tirar vantagem em tudo o que puder!
 e não nos esqueçamos que nesse período de Copa do Mundo a lavagem cerebral é grande e alienação monstruosa, principalmente com a seleção do Dunga, onde o que Vale é ganhar, mesmo que seja no sufoco, contra  a aprendiz futebolística Coréia do Norte! Numa sociedade que valoriza apenas o resultado em detrimento do trabalho, da arte, da ousadia, não é de se estranhar que tenham tantos doentes.... da alma! e se é pra dar meu palpite eu dou.... infelizmente Brasil tem 80% de chance de ser campeão( se isso acontecer será um grande mal pro povo brasileiro), e se não for, só vejo Alemanha e Argentina com capacidade pra tomar o caneco! mas o Copazinha medíocre e sem talento....." em terra de cego quem tem olho é rei" ( O BRASIL VÊ MAL, MAS VÊ!!!!!)

objetivo do blog

por várias razões, tais como, falta de tempo, necessidades mais urgentes e até mesmo falta de coragem, este blog não fora criado antes. Ele é a realização de um grande desejo, o de escrever, mas não apenas palavras e mais palavras, e sim compartilhar idéias, sentimentos, sonhos, até mesmo frustrações e decepções a respeito da nossa vida, nossa sociedade e o futuro que nos está reservado. Como seu próprio nome bem sugere, ele possui uma temática espiritualista como pano de fundo. Agregando sensibilidade e até conhecimentos e cultura em geral, quem sabe não consigo desenvolver francos e bons diálogos com os caros amigos leitores! a todos muitíssimo obrigado pela visita!